Páginas

domingo, 8 de julho de 2012




Me seguro na ponta do penhasco, todo meu peso sendo sustentado
por um único braço. Fecho os olhos e tento imaginar que estou
sendo amparada por alguem que realmente quer que eu fique bem,
mas bem mais forte que meu desejo, posso sentir o vento gelado
e o vazio no penhasco. As vezes penso em soltar aquela única mão que me sustenta, mas volto a fechar os olhos e desejar com todas as minhas forças que logo apareça esse alguem que ira me puxar de volta. As vezes algumas pessoas aparecem e vêem conversar comigo na ponta do penhasco, mas com o passar do tempo elas começam a ter medo, medo de ficar presas ali e se vão. Outras vem com olhos cheios de piedade e logo as expulso, como faço com todas aquelas que me canso. No final do dia, apesar de todo meu cansaço continuo ali sozinha .. com essa solidão que parece não ter fim.

5 comentários:

  1. Não sei se vc se lembra de mim, meu nome era The Teen Spirit. Estou voltando ao blog. Bem, nao vou comentar a postagem em si, pq nao entendi praticamente nada kkkk mals. Kikis

    ResponderExcluir
  2. Não solte do penhasco querida, tenho certeza que seu braço consegue a sustentação e logo estará apoiada com os dois até o momento de se erguer e sair caminhando sobre as pedras.

    ResponderExcluir
  3. Adoreii... assim que me sinto a cada momento de falha ou rejeição...
    bjs linda e obrigada pelo apoio sempre =)

    ResponderExcluir
  4. Eu não sei como te falar isso... você deve pensar "Pra ela é fácil falar" mas não é verdade... sou como você e sempre me bate essa solidão, mas eu penso que o meu futuro me reserva algo melhor... então olhe pra frente e siga em diante! :)

    ResponderExcluir