Páginas

sexta-feira, 15 de abril de 2011



                                                       Transições



O coração:
Outrora puro concreto...
Hoje cama pra se dormir...
Estórias,
Buscas,
Devaneios.
A boca:
Outrora cantava baixinho...
Sussurros sem fim...
Puro lamento...
Hoje a voz se propaga mundo afora...

Beija,
Canta,
Encanta.
O agora:
Pura simbiose...
Perfil de um que se transforma em dois...
Completo,
Uno,
Claro,
Constante,
Universo sem fim!


Poesia de Ana Célia Barros.
 
(fonte:http://ana-clorofila.blogspot.com)

4 comentários:

  1. lindo texto,tava com saudades como vc tá?

    ResponderExcluir
  2. estou beem , so em crises de bipolaridade ' o que e normal D:

    ResponderExcluir
  3. seguindo-te, adorei a poesia (:

    ResponderExcluir